“Não há nada nos cadernos pretos que possa indicar adesão de Heidegger ao nazismo”






Italiano estudioso dos cadernos pretos do filósofo, Francesco Alfieri defende que eles foram “instrumentalizados” para confundir a opinião pública Amanda Massuela   Desde novembro de 2014 debruçado sobre os cadernos pretos de Martin Heidegger (1889-1976), o professor italiano Francesco Alfieri afirma estar “mais Leia Mais